Home Diversos Palmeiras e Esporte Interativo devem romper o contrato

Palmeiras e Esporte Interativo devem romper o contrato

por Nilton Castelo

Nos próximos dias haverá uma reunião para o rompimento amigável do Palmeiras com o grupo Turner, que tem em suas mídias a plataforma do Esporte Interativo, na qual o Alviverde tinha seus jogos transmitidos em 2019, desde que fosse com outra equipe que havia fechado com a plataforma.

A decisão partiu do grupo americano que alegou que não só o Palmeiras, mas Inter, Bahia, Athletico Paranaense, Santos, Ceará, Coritiba e Fortaleza não cumpriram parte do contrato. Todas essas equipes tem vínculo com grupo até dezembro de 2024.

Mas, o Palmeiras perderia muito nessa rescisão? Na verdade, em torno de R$ 25 milhões por ano. O que pesa é que o grupo Turner paga bem mais que sua concorrente, hoje o grupo Globo. A briga na verdade são das demais equipes, que dificilmente conseguiriam um valor tão bom em uma renegociação com a emissora brasileira.

Os próximos dias serão de decisões importantes. Em tempo de pandemia, qualquer dinheiro que deixe de entrar nos clubes é prejudicial.

Blog do Gaion
0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário