Home Esporte Guarani tem três chapas inscritas para eleição do Conselho Deliberativo

Guarani tem três chapas inscritas para eleição do Conselho Deliberativo

por Mauricio Camargo

Já está a pleno vapor a campanha eleitoral para eleição do novo Conselho Deliberativo do Guarani Futebol Clube. Com data marcada para o próximo dia 11 de março, uma segunda feira, o prazo para inscrição de chapas terminou no último sábado (26) e surpreendentemente, três chapas se apresentaram pretendendo concorrer ao pleito.

A surpresa é exatamente a inscrição de três chapas, isso porque o número mínimo de candidatos por chapa é de 100 associados e, respeitando algumas regras, cada chapa deve ter ao menos 05 sócios patrimoniais com mínimo de 10 anos de associação e outros 05 sócios com prazo mínimo de 05 anos de associação ao clube.

A última lista de sócios aptos a participarem da Assembleia que elegerá as chapas emitida em 23 de janeiro conta com 507 nomes, ela deve aumentar, pois o prazo concedido pela Comissão Eleitoral para que o associado esteja quites com a situação financeira no clube é a mensalidade de 08 de fevereiro, portanto qualquer associado que esteja em atraso pode se regularizar até esta data,mas convenhamos, o número é pequeno e conseguir mobilizar 300 associados em um número de, suponhamos, 600 sócios, significa envolver metade do quadro social na disputa, algo impensável num primeiro momento, mas se considerarmos que o prazo mínimo para se candidatar é de dois anos de associação e para votar é de um ano, é preciso subtrair da lista de 507 (estendendo a 600 nomes) os que não tenham dois anos de prazo mínimo, o que torna o desafio ainda maior.

Agora o prazo que começa a correr é o de análise pela Comissão Eleitoral dos integrantes, da situação financeira dos mesmos e da duplicidade de inscrições, além de eventuais pedidos de impugnação contra algum associado que esteja inscrito indevidamente ou que, por alguma determinação estatutária, não possa participar do pleito.

Lembrando que a chapa só estará habilitada às eleições depois que receber a homologação dando regularidade a sua inscrição e isso só acontecerá no próximo dia 03 de fevereiro.

As Chapas

Se apresentaram na secretaria, dentro do prazo limite, as chapas:

1 – Renova Guarani;

2 – Hoje e Sempre Guarani;

3 – Nova Jornada.

1 – Renova Guarani

Analisei os 100 nomes apresentados pela Chapa Renova Guarani que é capitaneada pelo sócio (e meu amigo pessoal) Fábio Bortolin Britto de Araújo, também candidato ao Conselho Fiscal. Como de praxe, o primeiro nome indicado na ordem de inscrição é o candidato à presidência do Conselho Deliberativo pela Chapa inscrita, assim, analisando a lista, o segundo nome apresentado na ordem é de Marcelo Khattar Galli (outro amigo pessoal), portanto o Renova Guarani e seus 100 associados deverá apresentar o nome de Marcelo Galli como candidato à presidência do Conselho Deliberativo.

O Conselho é composto por 80 nomes de associados, como tivemos três chapas inscritas e considerando que as três consigam homologação, não exagera quem disser que cada chapa elegerá no máximo 30 conselheiros, assim, analisando a composição dos 30 primeiros nomes da Chapa Renova Guarani encontramos bons nomes, na maioria jovens, uma das marcas do grupo que mais uma vez se consolida.

Outro detalhe que chama atenção na composição da chapa é a participação de nomes que constavam da relação de candidatos ao Conselho e Administração apresentada pela oposição na eleição de 2017. É um grupo bem formado que envolve bons nomes no dia a dia do Guarani Futebol Clube.

2- Hoje e Sempre Guarani

Também no mesmo sentido, analisei os 100 nomes apresentados pela Chapa Hoje e Sempre Guarani que é capitaneada pelo ex-presidente do Conselho de Administração Horley Alberto Cavalcanti Senna, repetindo que o praxe é que o primeiro nome da chapa seja seu candidato à presidência do Conselho, a Chapa Hoje e Sempre Guarani deverá indicar Horley Senna ao cargo.

Já analisando os 30 primeiros nomes da chapa encontramos alguns nomes tradicionalmente envolvidos nos bastidores e na gestão do clube, destaco, além de Horley Senna, os ex vices presidentes da gestão JLL Cid Ferreira de Souza e Eurides Coutinho e dois ex presidentes do Conselho Deliberativo do Guarani, casos de Raul Celestino Toledo Soares Junior e Vicente de Paulo B. M. Souza, alem de outros nomes tradicionais nos bastidores do clube como o advogado Artur Eugênio Mathias, e mais adiante, inscrito pelo número 44, aparece o empresário Luiz Roberto Zini Junior, o Nenê Zini.

Temos aqui uma formação bastante homogênea, formada, na maioria, por pessoas de maior vivência no clube social, mas que também traz bons nomes ligados ao dia a dia do Guarani.

3 – Nova Jornada

E por último a que mais me surpreendeu, não por nenhum outro motivo senão pelo fato de termos no Guarani um quadro social muito reduzido, a Chapa Nova Jornada que inegavelmente está ligada à atual gestão e é capitaneada pelo associado Odair Paes Junior, candidato da oposição na eleição ao Conselho de Administração de 2017, mas ao contrário das outras duas chapas, ela não traz o comandante como primeiro nome inscrito, o que pode significar a ausência de indicação à presidência do Conselho.

Também analisando os primeiros 30 nomes da chapa temos, além de Odair Paes Jr, Rubens Vicente Junior, ex vice presidente social do Guarani FC na gestão Álvaro Negrão, mas na época ligado ao grupo que era comandado por Palmeron Mendes Filho e Horley Senna, Felipe Roselli, vice presidente do Conselho de Administração do Guarani presidido por Álvaro Negrão em 2014 e Adriano Hintze, também integrante do Conselho de Administração da mesma gestão. Outro nome entre os 30 primeiros é de Anailson Neves, ex Superintendente de Futebol do Guarani nas gestões do Conselho de Administração comandados tanto por Horley Senna (2014-2017) quanto Palmeron Mendes Filho.

Alem deles, encontramos em posições abaixo dos 30 primeiros nomes alguns nomes como 44 Cláudio Roberto Fernandes (o empresário Cláudio Corrente, ex diretor de futebol do Guarani em 1988 e 2012), 45 Márcio Amoroso dos Santos (o ex jogador Amoroso), 46 Arthur Antunes Coimbra Junior (o Junior, filho do Zico), 79 Jorge Correia da Conceição (O Joca), responsável por quase 60 anos pela inscrição de jogadores do Guarani FC e o empresário Felício Tadeu Bragante (74), dono da empresa ASA Alumínio. Inegavelmente também temos bons nomes, com uma mescla entre futebol e clube social.

Fonte: www.planetaguarani.com.br – Marcos Ortiz

0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário