Home Esporte Futevôlei, segurança e cardápio variado: Mirassol se prepara para retorno

Futevôlei, segurança e cardápio variado: Mirassol se prepara para retorno

por Nilton Castelo

Ainda aguardando a definição entre Federação Paulista de Futebol e Governo do Estado de São Paulo, a diretoria do Mirassol se prepara para iniciar o isolamento de seu elenco visando o reinício do Campeonato Paulista. Pensando no bem estar e na saúde dos jogadores, o clube prepara uma série de medidas para o retorno.

Com um elenco formado com 13 jogadores provenientes das suas categorias de base, a equipe do interior realizou testes de COVID-19 em todo o grupo e recebeu todos os resultados negativos. Os testes físicos, ergométricos e novas etapas do teste do coronavírus seguirão sendo realizados no CT recém-construído do clube até o início da competição.

Durante os dias de treinamento, o CT ficará 100% isolado de agentes externos. Todos os dias protocolos de segurança serão realizados, como medição de temperaturas, higienização e utilização de máscaras e totens de álcool gel. Além disso, cada jogador terá o seu produto de higienização personalizado com adesivo e foto.

Pensando também no bem estar dos jogadores e comissão, o Mirassol adotou algumas medidas para “incrementar” o Centro de Treinamento. Uma delas foi a construção de uma quadra de futevôlei, em parceria com a Construsol e Luminavi. A quadra foi construída em tempo recorde de cinco dias. O preparador físico do clube, Rafael Tamarindo, explicou a importância da quadra de futevôlei:

– A irregularidade da areia estimula a própriocepção ou sinestesia (capacidade de reconhecer a localização espacial do corpo, sua posição e orientação, a força exercida pelos músculos e a posição de cada parte do corpo em relação às demais sem utilização da visão). Correr na areia produz um impacto reduzido, poupa as articulações e ossos. Por outro lado, esse terreno exige esforço muscular, fazendo com que o atleta consiga manter os músculos de forma bem ativa e fortalecida – disse Rafael, que seguiu explicando:

– Outro lado importante na conclusão da caixa de areia fica por parte do bem estar do atleta, já que o clube tem essa visão de beneficiar também o lado humano, fazendo com que o mesmo sinta o prazer em estar no clube e vivência-ló por um grande período. Para isso, a caixa de areia foi adaptada para que tenhamos jogos de futevôlei, para integração dos atletas e lazer no período de confinamento que está por vir para os jogos finais do Campeonato Paulista.

Além do entretenimento, a diretoria do Mirassol também apostará na culinária para manter o isolamento mais agradável. O clube contratou um cozinheiro para ficar confinado com o elenco e preparou um cardápio variado para agradar os jogadores, planejando, inclusive, um churrasco para o elenco durante os dias de treinamento.

Marcos Freitas / Mirassol

 

0 Comentário(s)
2

Você pode gostar

Deixe um comentário