Home Falando com Deus QUE TIPO DE SEMENTE VOCÊ TEM PLANTADO!!!!

QUE TIPO DE SEMENTE VOCÊ TEM PLANTADO!!!!

por Sônia Alves

O que você tem plantado? Eclesiaste 3:1,2

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu… Há tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou”. (Ec 3.1,2)
Ouvi de um homem muito sábio que você não é obrigado a plantar tudo, mas tudo que você plantar, você vai colher…
Quando analisamos a nossa vida e perguntamos por que estamos passando por uma determinada situação, devemos parar e refletir se fizemos algo para que aquela situação acontecesse…
Um exemplo é ver alguém reclamar que o seu salário não dá para pagar as contas, mas não para de fazer dívidas…
Não podemos esquecer que toda atitude gera uma consequência!
É simples compreender o que Salomão disse em relação ao tempo de plantar e de colher, mas aguardar a semente brotar, é muito difícil. Somos ansiosos e queremos logo ver os frutos, e se não os vemos, esmorecemos, desacreditamos e não cremos mais que eles crescerão; mas não podemos duvidar que Deus é poderoso para fazer a semente brotar; e mesmo que as sementes estejam plantadas no deserto, Deus fará jorrar um manancial de águas vivas para que elas cresçam e dêem muitos frutos.
Confesso que para plantar em terra seca é preciso ter coragem e ousadia; esperar o tempo de crescimento é renunciar a si mesmo, confiando e esperando que Deus faça brotar da semente um grande fruto; mas quando chega o tempo da colheita, a fé é fortalecida, se torna em grandes bênçãos e nos impulsiona a plantar em outras terras.
Semeie paz, amor, misericórdia, compaixão, gratidão, bondade, dedicação, fidelidade, sinceridade, perdão na vida das pessoas, e no tempo de Deus, você colherá os frutos de uma vida próspera e feliz.
Nunca semeie inveja, ciúme, orgulho, contenda, mentira, ódio, desprezo, ingratidão, mágoa, ganância, porque também, ao seu tempo, você colherá os frutos de uma vida de derrota e infeliz.

Semeie somente aquilo que você queira colher…

0 Comentário(s)
3

Você pode gostar

Deixe um comentário