Home Esporte Primeiro jogador brasileiro a atuar em clube inglês e atual treinador, Mirandinha acompanha trabalhos da comissão técnica do XV;

Primeiro jogador brasileiro a atuar em clube inglês e atual treinador, Mirandinha acompanha trabalhos da comissão técnica do XV;

por Nilton Castelo

Com uma vitoriosa carreira como atleta profissional, Francisco Ernandi Lima da Silva não deixou o futebol e, aos 60 anos, segue em busca de novos aprendizados na função de treinador, a qual exerce desde o início dos anos 2000. Como parte da conclusão do curso para a retirada da licença A da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) Academy, Mirandinha, como é popularmente conhecido, passou recentemente por um período com a comissão técnica do XV de Piracicaba.

As aulas fornecidas pela CBF aconteceram em Águas de Lindoia, em maio deste ano. “Foi muito proveitoso, porque são muitos conteúdos que temos acesso. Não podemos achar que sabemos tudo. O futebol está sempre evoluindo, a cada instante surge algo novo e se você não acompanhar essa evolução fica para trás. Estou procurando seguir à risca o que nos foi passado e, por conta disso, o XV foi fundamental nesse processo”, disse o ex-atacante.

A amizade com o auxiliar-técnico quinzista, Ivo Secchi, e com o gestor de futebol, Beto Souza, foi a porta de entrada para Mirandinha acompanhar os trabalhos da comissão técnica comandada por Tarcísio Pugliese durante, aproximadamente, duas semanas. “O XV é uma bandeira do futebol de São Paulo e do Brasil e foi um prazer ser recebido da forma que fui por todos do clube. Comissão técnica, funcionários, todos me receberam com muito carinho”, falou.

História

O cearense Mirandinha, criado em Fortaleza, começou profissionalmente como jogador de futebol nas categorias de base da Ponte Preta. A partir daí trilhou um caminho de sucesso, com passagens por grandes agremiações brasileiras, como Botafogo/RJ, Cruzeiro, Palmeiras, Corinthians e um breve momento pelo Santos, em 1985. Além disso, o ex-atacante defendeu a Seleção Brasileira, onde foi bicampeão pré-olímpico, sendo artilheiro nas duas oportunidades.

Com a camisa da seleção principal, fez um gol diante da Inglaterra, no lendário estádio de Wembley, o que chamou a atenção do Newcastle e o ajudou posteriormente a ficar marcado como o primeiro brasileiro a ser contratado por um clube inglês, abrindo portas para os que hoje brilham em solo inglês. “A ida para a Europa foi o fechamento e a coroação da minha carreira. Tenho uma satisfação enorme em ter realizado esse sonho”, externou Mirandinha.

Após a aposentadoria dos gramados, uma nova fase começou. “Uma passagem que me marcou bastante foi no Fortaleza, em 2009. Eu era auxiliar-técnico, fui elevado ao cargo de treinador interino e depois efetivado. Naquele ano, tivemos a felicidade de conquistar o tricampeonato estadual, algo inesquecível, pois eu já havia sido campeão pelo clube como atleta, em 1991. A partir daquele momento, tive a certeza que estava pronto para a função”, recorda.

Torcida

Com elogios a Pugliese, que aponta como um dos talentos da nova geração, Mirandinha afirma que o Nhô Quim ganhou mais um torcedor. “Desejo muitas conquistas e uma trajetória de sucesso para todos que estão no XV, que merece estar na primeira divisão de São Paulo, por sua estrutura e pela forma como o futebol é tratado pelo presidente do clube, pelo presidente do Conselho e por toda a diretoria. Passei a ser quinzista e continuarei acompanhando”, concluiu.

Créditos: Evandro Pelligrinotti

0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário