Home Esporte No Cruzeiro, pandemia impediu pagamento da dívida de Denílson:

No Cruzeiro, pandemia impediu pagamento da dívida de Denílson:

por Nilton Castelo

Cruzeiro poderia ter pago dívida de Denílson

 

Dentro do Cruzeiro só se fala de uma questão: pagar os R$ 11 milhões ao Zorya da Ucrânia, para evitar a perca de mais seis pontos no Campeonato Brasileiro da Série B. A equipe mineira começará o certame com seis pontos a menos, por conta do não pagamento do empréstimo do volante Denílson, junto ao Al- Whada dos Emirados Árabes, hoje, corrigidos em R$ 5 milhões.

Segundo pessoas ligadas ao clube, existia a intenção de pagar essa conta com a venda de dois atletas: Maurício e Cacá estavam em negociações que renderiam aos cofres do clube, R$ 40 milhões, que faria com que a dívida fosse paga. Entretanto, por conta da pandemia do Covid-19, as negociações não ocorreram e agora, resta ao clube se virar para quitar até sexta-feira (29), a conta com os ucranianos do Zorya para evitar a perca de mais seis pontos.

Equipe retorna aos treinos nesta terça

Se preparando para a disputa da Série B, o Cruzeiro retorna aos treinos nesta terça-feira, 26, a fim de começar sua preparação para tentar voltar a elite do Brasileiro. Todos os jogadores passaram pelo teste do Covid-19 e tiveram suas voltas aprovadas.

O clube seguirá normas de segurança e o trabalho será com a divisão de duas equipes. O técnico Enderson Moreira começará o planejamento para a volta da Raposa a elite.

Quem pode chegar ao clube é o lateral direito Daniel Guedes, que atualmente pertence ao Santos, mas está suspenso por doping. Ele é um pedido do atual comandante.



Créditos: Blog do Gaion

0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário