Home Esporte Nacional cede empate ao Sertãozinho após conseguir virada heroica;

Nacional cede empate ao Sertãozinho após conseguir virada heroica;

por Nilton Castelo

O Nacional recebeu o Sertãozinho na tarde desta quarta-feira (13/02), no Nicolau Alayon, e empatou por 3 a 3, após conseguir uma virada heroica, já que chegou a estar perdendo por 2 a 0 no primeiro tempo.
A equipe da Barra Funda fez três gols em menos de 30 minutos, porém, aos 41 minutos, os visitantes, no rebate de uma penalidade, igualaram o marcador, em jogo válido pela sétima rodada da Série A2 do Campeonato Paulista.
Na etapa inicial, os gols do Sertãozinho foram marcados por Maycon e Bruno Maia. Danilo Negueba (pênalti), Josué e Michael Tuíque viraram para o Naça no segundo tempo. Alex Gonçalves, aproveitando o rebote de um pênalti defendido por Maurício, deu números finais à partida.
Com o empate, a equipe dirigida pelo técnico Jorginho chegou aos sete pontos, provisoriamente na décima posição. Já o Sertãozinho ainda não venceu na competição e está com três pontos.

O JOGO
Embalado pela vitória no último sábado, o Nacional começou melhor o duelo. Logo aos 2 minutos, Josué bateu colocado da entrada da área para a defesa de João Guilherme. O Sertãozinho respondeu aos 8, com um chute cruzado de Élder Santana. Maurício fez uma bela defesa e evitou o gol dos visitantes.
Depois, o Naça retomou o controle da partida. Matheus Lú recuperou a bola pela direita, avançou e finalizou com perigo. A bola saiu à direita da meta dos visitantes. Logo na sequência, Josué, pela esquerda, fez uma jogada parecida e também concluiu para fora.
No entanto, aos 22 minutos, após uma cobrança de lateral do Sertãozinho na área do Nacional, a zaga não conseguiu cortar e, numa bola dividida entre Maycon e Bruno Sabino, a bola entrou no gol dos mandantes: Sertãozinho 1 a 0.
Aos 31 minutos, o meio-campista Tom desceu pela esquerda do ataque dos visitantes e serviu o zagueiro Bruno Maia na área. O defensor dominou, girou e bateu de esquerda, sem chances para Maurício: 2 a 0 para o Sertãozinho.
Mesmo atrás do placar, o Naça ainda mostrava forças para reagir. Josué era a principal válvula de escape e, com belos dribles, preocupava a zaga adversária. Numa de suas investidas, ele sofreu uma falta na entrada da área. O próprio cobrou, mas por cima da meta de João Guilherme. O Sertãozinho respondeu com uma cabeçada perigosa de Élder Santana. A bola tocou a rede pelo lado de fora.
Na volta do intervalo, o técnico Jorginho promoveu a entrada de Patrick no lugar de Emerson Mi. Antes mesmo dos 2 minutos, o Naça pressionou e o atacante Michael Thuíque sofreu pênalti do lateral Jessé. Danilo cobrou com perfeição e converteu: 2 a 1.
O gol logo no início da segunda etapa animou o Nacional. Na sequência, Josué invadiu a área, dividiu com o oponente e caiu. A torcida pediu mais uma penalidade, mas o árbitro Danilo da Silva sinalizou apenas escanteio para o time da Barra Funda.
Em um bicão da defesa do Sertãozinho, aos 9 minutos, o atacante Maycon recebeu livre, chapelou Maurício, depois deixou o goleiro no chão, porém, na hora do arremate, o atleta nacionalino se recuperou de forma brilhante e desviou para a linha de fundo.
A resposta do Nacional foi fatal. Aos 16, depois de a bola atravessar toda a área dos visitantes e um bate e rebate, Josué chutou firme de esquerda para igualar o marcador: 2 a 2.
E o que parecia improvável, aconteceu aos 26 minutos. Felipe Pernambuco cruzou da esquerda e Michael Thuíque, livre, completou para o gol, marcando o terceiro do Nacional e virando no Nicolau Alayon.
Porém, aos 41 minutos, o árbitro assinalou pênalti de Jeferson em cima de Tom. O próprio cobrou, Maurício defendeu e, no rebote, Alex Gonçalves fez o terceiro do Sertãozinho, decretando o empate na Barra Funda.
Na próxima rodada, o Nacional visita o Votuporanguense, no sábado (16), às 16h, dia em que o clube completa 100 anos de sua fundação.

Nacional 3 x 3 Sertãozinho
Sétima rodada da Série A2 do Campeonato Paulista
Local: Estádio Nicolau Alayon
Data: 13 de fevereiro de 2019, quarta-feira
Horário: 16h00
Gols: Maycon, Bruno Maia e Alex Gonçalves (Sertãozinho); Danilo Negueba (pênalti) , Josué e Michael Thuíque (Nacional)
Cartões amarelo: Mateus Cancian e Nandinho (Sertãozinho); Everton Dias e Josué (Nacional)
Árbitro: Danilo da Silva
Assistentes: Ricardo Luis Buzzi e Thiago Henrique Almeida Alborghetti
Nacional: Maurício; Danilo Negueba, Jeferson, Everton Dias e Felipe Pernambuco; Bruno Sabino, Everton Tchê e Emerson Mi (Patrick); Matheus Lú, Michael Thuíque (Hebert) e Josué (Lucas de Paula). Técnico: Jorginho

Sertãozinho: João Guilherme; Jessé, Lucas Oliveira, Bruno Maia e Cesinha; Felipe Recife, Mateus Cancian, Tom, e Diego Luís (Sandro); Maycon (Alex Gonçalves) e Élder Santana (Nandinho). Técnico: José Carlos Serrão

público 205 pagantes
renda R$ 2420,00

Créditos Ale Vianna/ Cristina Struts

0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário