Home Falando com Deus BUSCANDO AO SENHOR DE TODO CORAÇÃO;

BUSCANDO AO SENHOR DE TODO CORAÇÃO;

por Sônia Alves

O coração é um órgão, mas a Bíblia chama de coração não simplesmente esse órgão que pulsa dentro do nosso peito. O coração do homem não é simplesmente um músculo, ele é o centro da nossa própria vida. É a coisa mais perigosa, corrupta, mal cheirosa que possa existir em todo o universo. Por quê? Em Mateus capítulo 15, verso 19, Jesus define e nos mostra a fonte da perversidade, da maldade, das tristezas, de tudo aquilo que provoca lágrimas. Diz o texto: Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias”.

Dentro de nós existe uma fonte impura. Dela procedem, jorram de tal maneira os maus desígnios, que não é possível estancar, não é possível bloquear porque irrompem “[…] maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias”. Em Jeremias capítulo 17, verso 9 temos essa mesma declaração de uma forma enfática: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?”

Por isso, precisamos ter o coração firme nas promessas do Senhor, nas misericórdias do Pai, na doutrina, na integração na igreja, na bondade de Deus, na fidelidade dele. As pessoas têm sede de Deus, mas muitas vezes o problema está no coração. Contudo, tudo o que fazemos só conta quando vivemos conforme está escrito em Jeremias 29, verso 13: Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração”.

Precisamos viver intensamente e de todo o coração para o Senhor. A promessa Dele é: “Buscar-me-eis e me achareis”. Às vezes, nos perguntamos por que muitas pessoas têm dificuldade de encontrarem com o Senhor. Porque muitas vezes elas não estão se preparando para encontrar o Senhor, não levam Deus a sério. É preciso que você se prepare, para ir ao culto, anseie, vista a sua melhor roupa, pois é para o Senhor.

Deus prova o nosso coração. Ele sabe de todas as coisas, mas permite situações. A crise não desenvolve o nosso caráter, ela revela o nosso caráter. Situações acontecem não só para nos fazer crescer, mas para conhecermos o que está em nosso coração. No Salmo 51, verso 10, Davi depois de um momento terrível orou a Deus e pediu assim: “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável”. No Salmo 73, a partir do verso 21, está escrito: Quando o coração se me amargou e as entranhas se me comoveram, eu estava embrutecido e ignorante; era como um irracional à tua presença”.

Quando o nosso coração fica amargo, nos momentos de angústia, em que as lutas fazem com que o brilho se desfaça, o sorriso vai embora. Se Jesus não for o primeiro, Ele nunca será o segundo. Hoje muito se perdeu do que significa ser um cristão, as pessoas estão mais preocupadas com as coisas da terra. Quantas casas e caminhões terão, e se esquecem de que podem tê-los, mas não é isso que conta. A Palavra diz que o amor de Cristo nos constrange. Se você e eu estamos vivos é por causa Dele. Nossos filhos estão conosco por causa Dele.

Verso 26, Salmo 73: “Ainda que a minha carne e o meu coração desfaleçam, Deus é a fortaleza do meu coração e a minha herança para sempre”.

Seu coração pode adoecer, mas a Palavra diz em Provérbios 13.12 que “a esperança que se adia faz adoecer o coração, mas o desejo cumprido é árvore de vida”. Quem sabe a esperança que você tem seja fazer um curso, cantar em um coral, tocar bateria… O coração adoece quando não concretizamos a realidade da esperança. “Mas o desejo cumprido é árvore da vida”.O que Deus quer fazer é nos dar o coração do seu Filho Jesus. Ele quer arrancar o nosso coração amargurado, empedernido, Ele quer nos dar um novo coração. Essa é a nova vida em Cristo Jesus.

0 Comentário(s)
5

Você pode gostar

Deixe um comentário