Home Esporte Alexandre Silva feliz por retornar a Jundiaí na Copinha:

Alexandre Silva feliz por retornar a Jundiaí na Copinha:

por Nilton Castelo

Alexandre Silva tem muita história com Jundiaí. Jogou no meio-campo do Paulista dos 14 até os 22 anos, quando foi para o Athletico-PR. Após a sua carreira profissional, foi campeão amador pelo União da Vila em 2009. Ele está em Jundiaí neste começo do ano acompanhando o Furacão na Copinha. E retornar a ‘Terra da Uva’ é sempre um prazer para ele e gratidão.

“Foi aqui que me formei como atleta e homem. Morei dos 14 aos 22 anos, quando fui para o Athletico. Bom rever os amigos e estar neste estádio onde joguei e treinei várias vezes”, afirma Alexandre, que atualmente é treinador do sub-15 do time de Curitiba.

Com passagens no Figueirense e Avaí e time internacionais, como Yverdon, na Suíça e Blooming, na Bolívia, Alexandre sabe que a retomada do Paulista é fortalecer as suas categorias de base.

“Estive conversando com amigos que trabalharam aqui e precisa retomar a base. Não pode pensar apenas no profissional e sim ter uma base para colher os frutos. E tem que investir e capacitar nas pessoas”, detalha.

No Athletico, Alexandre faz parte do planejamento, onde o Furacão sonha em estar disputando o topo do mundo no futuro próximo.

“O Athletico está fazendo um trabalho para chegar e disputar um Campeonato Mundial, com 60% dos jogadores formados nas suas categorias de base”, conta.

Alexandre Silva diz que tem toda a estrutura necessária para desempenhar o seu trabalho com a equipe até 15 anos do rubro-negro. “É algo maravilhoso que está acontecendo comigo, pois é um dos grandes clubes do Brasil, e ter oportunidade de aprender e trabalhar com grandes profissionais e ter uma estrutura maravilhosa, que não deve nada”, afirma.

Sobre o sub-20 do Athletico que disputa a Copinha, Silva detalha o trabalho. “Tudo aqui é em conjunto. O time fez uma boa Copa Rio Grande do Sul, quando fomos até a semifinal. A equipe é bem treinada pelo Rafael Guanaes e o nosso objetivo é chegar às finais.”


Créditos: Thiago Batista/Jornal Jundiaí

0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário