Home Esporte Pressionada, Ponte Preta busca recuperação no Paulistão

Pressionada, Ponte Preta busca recuperação no Paulistão

por Mauricio Camargo
 A Ponte Preta só fez três partidas neste ano, mas os números já deixam o torcedor com a pulga atrás da orelha. Foram dois empates por 0 a 0 e uma derrota com nenhum gol marcado até agora no Campeonato Paulista. A pressão por vitória dá as caras pelos lados do Moisés Lucarelli e o técnico Mazola Júnior passa a ser cobrado com mais intensidade. Em meio à falta de resultados, o treinador procura manter o equilíbrio. Sábado, ele avaliou que a Ponte fez a melhor partida sob o seu comando, apesar da derrota para o Corinthians, no Itaquerão, a primeira da equipe no ano.
“Fizemos um grande jogo, mas infelizmente não conseguimos pontuar. Ainda que tenha feito as alterações no time, é o Corinthians, e nós fizemos o melhor jogo da Ponte até agora no ano. Tivemos algumas oportunidades, principalmente do lado esquerdo, em que poderíamos ter tido um aproveitamento melhor. Jogo desse é erro zero, e acho que no único erro nosso eles souberam aproveitar”, disse Mazola Júnior, citando o gol de Gustavo, no segundo tempo, o único do jogo.
Mazola tem muitos problemas para resolver na equipe em um curto espaço de tempo, já que a Ponte precisa de uma reação urgente. Após três rodadas, soma apenas dois pontos no Grupo A. Na quarta-feira, o adversário é o Mirassol, às 19h15, no Moisés Lucarelli. “Realmente nosso time está penso”, lamentou o treinador, avaliando que falta um jogador para trabalhar com o lateral Luis Ricardo pela direita. Outro ponto citado pelo comandante é a falta de atacantes. “Seria muito fácil criticar a diretoria porque não me deu dois ou três atacantes de qualidade. Mas sei que não estamos em condições de trazer esses caras de potencial de Série A.”
0 Comentário(s)
2

Você pode gostar

Deixe um comentário