Home Esporte XV sofre sua segunda derrota no Paulistão A2 e permanece na quarta colocação

XV sofre sua segunda derrota no Paulistão A2 e permanece na quarta colocação

por Marcelo Sá

(Foto: Elcio Fabretti. Texto: Evandro Pelligrinotti / XV de Piracicaba) 

O XV de Piracicaba sofreu sua segunda derrota no Paulistão A2 na noite desta segunda-feira, 3. Com um gol de pênalti convertido pelo atacante Léo Castro, aos 50 minutos do segundo tempo, o Nhô Quim perdeu por 1 a 0 para o São Bernardo FC, no Barão da Serra Negra, e terminou a 11ª rodada em quarto lugar, com 19 pontos. O Alvinegro Piracicabano enfrenta o Rio Claro às 22h00 da próxima quinta-feira, no Antônio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbara d´Oeste.

O jogo

O XV teve a oportunidade de abrir o placar logo aos seis minutos de jogo. Adalberto lançou Juninho Potiguar, que saiu em boas condições de finalizar, pelo lado esquerdo de ataque. A bola passou raspando a trave. Os visitantes responderam apenas cinco minutos depois. Após boa troca de passes, Maranhão recebeu na área e chutou de canhota, pela linha de fundo, levando perigo ao gol de Matheus Nogueira. As equipes arremataram em gol novamente antes dos 30.

Natan arriscou de longe, por cima da meta quinzista, e assim fez também Jean Dias, do outro lado, ao ser acionado por Guilherme Garré, dentro da área. O próprio camisa dez tentou da intermediária, de pé direito, minutos depois, e a bola foi outra vez para fora. Aos 32 minutos, Tito deixou para Garré, que bateu na saída de Gabriel Gasparotto. O goleiro defendeu e a bola ficou com Juninho Potiguar no rebote. O atacante do Nhô Quim carimbou a trave adversária.

Antes do término da primeira etapa, o Alvinegro Piracicabano ainda chegou em conclusões de Tito, que passou à direita do gol, e de Jean Dias, que ficou com Gasparotto. Os chutes de longa distância continuavam sendo uma opção utilizada por ambos os times. Rodrigo Souza, aos três do segundo tempo, soltou a bomba, para fora. Aos dez, Cleiton Savedra ajeitou de cabeça para Juninho Potiguar, que, próximo ao gol, finalizou de direita e o arqueiro desviou para escanteio.

Guilherme Garré, na sequência da partida, foi à linha de fundo e tentou o passe na segunda trave, mas o goleiro interceptou. Matheus Nogueira também trabalhou em chutes de Rafael Costa e Natan, de média distância. Anteriormente ao gol do São Bernardo FC, os comandados de Moisés Egert ainda contaram com um cruzamento de Erison, que passou por todo mundo, e um arremate de Garré, que foi por cima do gol. Porém, aos 50, Léo Castro converteu o pênalti.

0 Comentário(s)
0

Você pode gostar

Deixe um comentário