Home Esporte “Encerramos o ciclo de contratações”, diz Ricardo Moura. XV fecha o elenco com a chegada de Kelvin

“Encerramos o ciclo de contratações”, diz Ricardo Moura. XV fecha o elenco com a chegada de Kelvin

por Marcelo Sá

Visando recolocar o XV na elite do futebol paulista, Ricardo Moura assumiu a diretoria de futebol do clube após o rebaixamento em 2016. (Foto: Evandro Pelligrinotti)

Único reforço anunciado pelo XV de Piracicaba para o mata-mata do Campeonato Paulista da Série A2, o atacante Kelvin, de 23 anos, já se apresentou no clube piracicabano e iniciou os trabalhos visando o confronto contra a Portuguesa, na próxima segunda-feira (7), às 17h30, no estádio Barão da Serra Negra. O atacante, que estava defendendo o Botafogo-PB na disputa do Campeonato Brasileiro da Série C, coleciona passagens pelo futebol gaúcho, onde defendeu Grêmio, Novo Hamburgo e São José. O contrato é válido até o final do Estadual.

“O Kelvin vem para nos ajudar. Sentamos com a comissão técnica para discutirmos qual era a nossa necessidade e chegamos a conclusão de que precisávamos de um ou dois atacantes de beirada. Conversamos com o presidente (Arnaldo Bortoletto), que liberou uma contratação, e fomos atrás. Em um primeiro momento, analisando jogadores que poderiam vir e fazer a diferença, seria complicado, pois todos estão empregados. A situação do Kelvin não era diferente”, disse o diretor de futebol do Nhô Quim, Ricardo Moura, em entrevista a rádio Jovem Pan News Piracicaba.

“Ele estava no Botafogo-PB e pelo bom relacionamento do técnico Evaristo Piza com o clube, foi possível intermediar essa negociação para trazer o jogador. É uma indicação do Piza. Vimos vários outros nomes, porém as negociações não evoluíram. Não é fácil tirar um jogador de um time e trazer para o XV, que vai disputar um mata-mata e pode ser eliminado após dois jogos, deixando esse atleta desempregado. Felizmente, com a ajuda do Evaristo, conseguimos contratar o Kelvin”, explicou o dirigente.


Arte: Divulgação / XV de Piracicaba

 

“Agora fechamos o ciclo de contratações, pois o clube não tem dinheiro. Com essa pandemia todo mundo tem enfrentado dificuldades, mas o nosso presidente (Arnaldo Bortoletto) entendeu as necessidades da equipe e foi solícito, ajudando na contratação”, concluiu Ricardo Moura.

 

0 Comentário(s)
0

Você pode gostar

Deixe um comentário