Home Esporte Touro estreia em Osasco com empate sem gols ;

Touro estreia em Osasco com empate sem gols ;

por Nilton Castelo

Por Mazinho Dias:

O Barretos Esporte Clube, começou a sua participação na Série A3 do Campeonato Paulista de 2020, obtendo um ponto fora de seus domínios ao empatar em zero a zero com o Grêmio Osasco no estádio Prefeito José Liberati.
Assim como quase todas as demais equipes, o Touro do Vale, que se preparou intensamente nos dias que antecederam a estreia, não apresentou a condição física em 100%, e diante de um adversário com média de idade de 23 anos, o forte calor das 15 horas e o fator viagem, já que a equipe viajou quase 500 km antes do jogo, deixando o estádio Fortaleza na tarde de sexta feira, as dificuldades já eram esperadas pela Comissão Técnica.
Diante de um público bem acanhado, o Barretos começou melhor o jogo, sendo o dono das principais ações e com posse de bola durante quase todo o tempo nos primeiros 20 minutos de jogo, e embora tenha ocorrido por algumas vezes uma boa troca de passes entre Branquinho, Thiago Silvy e Patrick, com Magrão no comando de ataque e muitas vezes atuando como pivô em meio aos grandalhões zagueiros Caio e Gabriel Tomini, o time não conseguiu nenhuma grande finalização e se tivesse tido um pouco mais de capricho isso até teria sido possível, pois os laterais Daniel e Murilo Ceará, pelos lados direito e esquerdo, respectivamente, por vezes se apresentaram ao ataque até com certa liberdade para o cruzamento.
Porém, a partir da segunda metade do primeiro tempo, o Grêmio Osasco equilibrou as coisas com uma marcação mais intensa por parte dos volantes Marcos Iuri e Caivano, além de uma melhor participação no jogo do meia Bruno Felipe, que passou a se apresentar mais, em especial na abertura de bola para as descidas do lateral esquerdo Vinicius Paiva, buscando as finalizações do centro avante Luís Henrique, que por sua vez não encontrou espaço nas seguras marcações dos zagueiros barretenses Xandão e Arthur Sanches.
Ocorre que assim como o Barretos, o Grêmio Osasco, na primeira etapa nada produziu sobre finalizações concretas e no momento em que o time estava melhor, quase tomou o gol, quando no setor defensivo o lateral Daniel roubou a bola e sofreu falta, tendo o arbitro dado vantagem já que o lance sobrou para Branquinho, que no meio de campo, também sofreu falta, porém, antes, ele havia feito o passe rasteiro para Magrão, que dentro da área, ganhou no pé de ferro com o zagueiro e ficou de frente com o goleiro Charles, que fez excelente intervenção na mais clara chance de gol no jogo.
No segundo tempo apenas uma equipe jogou futebol, pois com claras demonstrações de cansaço e falta de ritmo, o Barretos apenas cercou o adversário, que com total posse de bola, trocou passes do setor defensivo até a frente da grande área Tricolor, vindo inclusive a explorar as descidas de seus laterais Rodrigo e Vinicius Paiva, mas todas as tentativas de acossar o goleiro Junior Oliveira, do Touro do Vale, foram barradas pelos zagueiros e laterais do Barretos, que montaram uma linha de quatro com dois volantes a frente, impedindo uma jogada mais aguda do Grêmio Osasco.
No transcorrer do segundo período as mexidas dos treinadores foram de acordo com as reais necessidades das equipes, com o técnico Tricolor Ricardo Moraes, colocando João Henrique e Mirray para segurar a bola no ataque e tentar um eventual lance mais rápido e Elias para atuar defensivamente na frente da grande área.
Já o técnico do Grêmio Osasco, Bruno Liu recorreu a juventude e voluntariedade dos garotos Nicolas, Gustavo Xavier e Bruno Henrique, mas nenhum destes personagens alteraram o marcador que terminou em zero a zero.
O Grêmio Osasco volta a jogar as 20 horas desta quarta-feira, diante do Comercial de Ribeirão Preto em Palma Travasses, enquanto o Barretos irá fazer a estreia diante de sua torcida, as 20 horas do mesmo dia, frente ao Paulista de Jundiaí, no estádio Fortaleza.

O Grêmio Osasco empatou com Charles, Rodrigo, Caio, Gabriel Tomini e Vinicius Paiva, Marcos Iuri, Abeny, Bruno Felipe e Caivano, Luís Henrique e Gustavo Barbosa, ainda jogaram: Nicolas, Gustavo Xavier e Bruno Henrique
Técnico Bruno Liu

O Barretos se postou com Junior Oliveira, Daniel, Xandão, Arthur Sanches e Murilo Ceará, Flavio, Fernando Aguiar Branquinho e Patrick, Thiago Silvy e Magrão, ainda entraram João Henrique, Mirray e Elias.
Técnico Ricardo Moraes

Créditos Mazinho Dias
0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário