Home Esporte RUBRO-VERDE VENCEU O NORUSCA POR 1 A 0 E NÃO PODE MAIS SER ALCANÇADO FALTANDO DUAS RODADAS PARA O FIM DA FASE DE CLASSIFICAÇÃO;

RUBRO-VERDE VENCEU O NORUSCA POR 1 A 0 E NÃO PODE MAIS SER ALCANÇADO FALTANDO DUAS RODADAS PARA O FIM DA FASE DE CLASSIFICAÇÃO;

por Nilton Castelo

Pela 13ª rodada da Série A3 do Campeonato Paulista, o Velo Clube recebeu na noite de ontem , dia 20/03, a equipe do Noroeste no Estádio Benito Agnelo Castellano e venceu pelo placar mínimo. O confronto marcou o duelo entre os dois últimos invictos do futebol paulista e após o apito final consolidou o Galo Vermelho como a única equipe que ainda não perdeu dentre todas que disputam as três principais divisões do Campeonato Paulista.

PRIMEIRO TEMPO

A equipe do Noroeste começou tendo mais a posse de bola e logo nos minutos iniciais teve uma cobrança de escanteio, que não levou muito perigo ao gol de Felipe Rocha. Logo em seguida, Niander recuperou a bola no meio-campo, acionou Chuck, que deu um belo drible da vaca no primeiro marcador, mas acabou adiantando demais a bola na sequência.

Aos 5 minutos, Richarlyson cobrou falta para dentro da área, mas exagerou na força e o goleirão Felipe Rocha saiu tranquilo para ficar com ela e abafar o ataque do Norusca. O Velo respondeu no minuto seguinte, em seu primeiro escanteio, batido por Gustavo Henrique. A bola foi para o meio da pequena área e a defesa dos visitantes afastou o perigo.

A partida seguia muito faltosa e truncada nos minutos iniciais. Nenhum dos dois esquadrões queria perder a invencibilidade na competição, o que fez com o que o jogo ficasse bastante embolado. Anderson Brito, aos 10 minutos, tentou chute da intermediária, mas pegou muito mal na bola e ela saiu pela linha de fundo.

Aos 13 minutos, Vinícius, que estava jogando na lateral esquerda no lugar do suspenso Janílson, tentou um chute de longa distância, com a canhota, mas a bola saiu à esquerda da meta defendida por Cairo, do Noroeste. Um pouco mais para frente, aos 19 minutos, Chuck fez boa jogada pela ponta direita, cruzou, mas não houve nenhum pé velista para empurrar a redonda para as redes.

O Norusca respondeu a pressão velista aos 26 minutos, com o seu camisa 10, Talles Brener. O meia chapelou o volante Eurico, enfiou a bola para o centroavante Caio Barbosa, mas Felipe Rocha saiu muito bem e foi buscar a pelota nos pés do adversário para abafar o lance.

Júnior, zagueirão do Norusca, aproveitou cobrança de escanteio aos 31 minutos e desviou de cabeça a bola que veio no primeiro pau. A redonda passou tirando tinta da trave esquerda de Felipe Rocha e saiu pela linha de fundo. Foi a chance mais clara dos visitantes durante a primeira etapa.

Chuck, ponta do Velo Clube, fez mais uma boa jogada pela direita, ciscou para cima da marcação, invadiu a grande área e chutou forte de destra. O goleiro Cairo defendeu, mas a bola bateu no lateral direito Pacheco e morreu no fundo das redes, em lance que ocorreu aos 42 minutos da primeira etapa. Gol contra: Velo 1 x 0 Noroeste.

SEGUNDO TEMPO

Logo no primeiro minuto da etapa final, Eurico, volante do Velo, arriscou chute de fora da área e levou perigo à meta de Cairo. O Norusca respondeu aos 9 minutos com o centroavante Caio Barbosa, que recebeu na grande área e bateu forte com a direita. A bola subiu, passou por cima do travessão e assustou Felipe Rocha.

Aos 19 minutos, John Egito, camisa 11 do Noroeste, arriscou da entrada da grande área com a perna esquerda, a bola saiu rasteira, sem muita força, e Felipe Rocha defendeu sem maiores problemas.

Niander, aos 29 minutos, bateu de fora da área com a destra e a bola passou raspando o travessão da meta defendida por Cairo. Foi por pouco que o meio-campista do Velo não anotou mais um golaço, como o marcado na rodada passada contra o Monte Azul.

Aos 34 minutos da etapa final, o jogo foi paralisado na Benitão. Uma das ambulâncias presentes no estádio teve que sair e o árbitro da partida interrompeu o confronto. De acordo com as normas da Federação Paulista de Futebol, é necessário a presença de duas ambulâncias, no mínimo, para que o jogo possa ocorrer.

O embate ficou suspenso por aproximadamente 20 minutos e o locutor do Estádio Benitão chegou a perguntar se havia algum médico nas arquibancadas para que o jogo pudesse ser reiniciado. Quando um gentil médico torcedor velista se solidarizou, a ambulância que havia ido embora surgiu adentrando o estacionamento do Benito Agnelo e então o jogo pôde continuar.

Após o reinício, não houve grandes chances de gol e a partida seguiu sem mais nenhum tento anotado até o apito final. O Noroeste chegou a exercer uma pequena pressão em busca do empate, mas não colocou realmente em risco o placar mínimo construído pelo Velo ainda na primeira etapa. E o jogo terminou assim: Velo 1 x 0 Noroeste.

Com este resultado, o Velo foi a 31 pontos na competição, se manteve na ponta da tabela e invicto no certame, garantindo a primeira colocação da fase de classificação com 3 rodadas de antecedência. Já o Norusca perdeu sua invencibilidade, permaneceu com 22 pontos e caiu da 3ª para a 5ª colocação na tabela.

PRÓXIMAS PARTIDAS

Pela 14ª rodada da Série A3 do Paulista, o Velo enfrenta o Rio Preto fora de casa, no próximo sábado, dia 23/03, às 15h. O Noroeste joga no mesmo dia e mesmo horário fora de casa, contra o Grêmio Osasco

FICHA TÉCNICA

Velo Clube 1 x 0 Noroeste

DATA: 20 de março de 2019.

HORÁRIO: 20h.

PÚBLICO: 1236 pessoas.

RENDA: R$12.800,00.

LOCAL: Estádio Benito Agnelo Castellano, Rio Claro-SP.

GOLS: Velo Clube – Pacheco (contra), aos 42’ do 1T.

VELO CLUBE: Felipe; Léo Santos, Alexandre, Diogo e Vinícius; Eurico, Anderson Brito (Adriano) e Niander; Alisson (Pedro Henrique), Chuck (Luiz Henrique) e Gustavo Henrique. Técnico – Karmino Colombini.

NOROESTE: Cairo; Pacheco, Jean Pierre, Junior e Renan; Felipe Merlo (Pedro Felipe), Maranhão, Talles Brener (Chico), Richarlyson e John Egito (Lucas Dantas); Caio Barbosa. Técnico – Carlos Roberto Cardoso de Alcântara.

EQUIPE DE ARBITRAGEM: Willer Fulgêncio Santos (Árbitro), Patrick André Bardauil (Assistente 1) e Veridiana Contiliani Bisco (Assistente 2).

CARTÕES AMARELOS: Velo Clube – Anderson Brito, Léo Santos, Vinícius, Niander, Pedro Henrique e Chuck; Noroeste – Renan e Richarlyson.

Créditos/Foto : Por Renan Riggo

0 Comentário(s)
3

Você pode gostar

Deixe um comentário