Home Diversos Governo do Estado aprova retomada dos treinos de esportes sem contato físico direto:

Governo do Estado aprova retomada dos treinos de esportes sem contato físico direto:

por Nilton Castelo

O Governo do Estado de São Paulo, anunciou boas notícias para a retomada dos esportes em decorrência da pandemia da covid-19:

De acordo com determinação do Centro de Contingência do coronavírus, todas as modalidades esportivas sem contato físico direto (vôlei, tênis, hipismo, natação, entre outras) poderão ser realizadas (treinamentos e competições) em regiões que estejam na fase amarela do Plano São Paulo. No momento a região de Jundiaí por estar na fase laranja ainda não pode retomar os treinamentos.

Já o basquete, em decorrência de um protocolo apresentado pelo Novo Basquete Brasil (NBB), também poderá realizar treinamentos em cidades na fase amarela. Todas as atividades com autorização para retorno de treinamentos e/ou competições deverão ocorrer sem a presença de público.

Modalidades com contato direto como artes marciais, handebol, futebol, rugby e outros precisam contar com protocolo específico aprovado pelo Centro de Contingência do Governo do Estado, visando aprovações de medidas específicas de testagem, distanciamento social e higienização.

“A Secretaria de Esportes tem se reunido constantemente com federações e instituições esportivas no intuito de intermediar a elaboração de protocolos, interagindo diariamente com o Centro de Contingência. Com foco total na saúde e na preservação da vida, temos trabalhado diariamente para essa retomada gradual”, disse o secretário Aildo Ferreira, salientando a integração total com as atualizações semanais do Plano São Paulo.

Plano São Paulo:

Atualizado semanalmente, o Plano São Paulo regulamenta o enfrentamento à pandemia e a retomada de atividades econômicas nos 645 municípios paulistas, divididos em 17 regiões de saúde. As fases de cada região são determinadas por critérios técnicos e científicos como casos confirmados da contaminação por coronavírus, óbitos e capacidade de atendimento hospitalar a casos graves da doença.

Créditos: Redação Esporte Jundiaí

0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário