Home Esporte Evaristo Piza é apresentado pelo XV de Piracicaba

Evaristo Piza é apresentado pelo XV de Piracicaba

por Marcelo Sá

Treinador Evaristo Piza (centro), diretor de futebol Ricardo Moura (esquerda) e gestor de futebol Beto Souza (direita). Texto e foto: Evandro Peligrinotti / XV de Piracicaba.

O XV de Piracicaba apresentou na tarde desta terça-feira, 21, seu novo técnico: Evaristo Piza. Se a chegada do treinador ao Nhô Quim não chega a ser uma novidade tão grande, já que esta será a sua segunda passagem pelo clube, a forma como a coletiva foi realizada sim. Seguindo as orientações dos órgãos de saúde, a entrevista foi feita de forma online, com Piza na Sala de Imprensa do Estádio Municipal Barão da Serra Negra e cada repórter em sua residência.

Piza esteve acompanhado do diretor de futebol Ricardo Moura e do gestor de futebol Beto Souza. O presidente Arnaldo Bortoletto, se recuperando de um acidente doméstico, participou de sua casa. O mandatário quinzista fez questão de deixar clara a relevância em contar com o trabalho de Evaristo Piza e aproveitou para explicar uma declaração que deu em entrevista concedida à rádio Educadora de Piracicaba, via telefone, que ganhou repercussão.

“Minha intenção jamais foi denegrir técnico algum. O que eu quis dizer é que, com os jogadores que nós temos, escolhidos a dedo para conquistarem esse acesso, cientes da forma como devem se portar em campo, eles que podem decidir lá dentro. Foi isso que quis passar aos atletas, como forma de motivá-los. Sabíamos da importância de um técnico que conhecesse a A2, os jogadores e entramos em consenso na escolha do nome do Piza”, comentou.

Moura foi outro a comentar como se deu o processo para a definição do novo comandante. “Foi como o presidente Arnaldo falou, nós sentamos, conversamos, colocamos as opções na mesa e, em um consenso, decidimos pelo nome do Evaristo, porque ele já passou por aqui, fez um bom trabalho, obteve um bom aproveitamento, conhece a maioria do elenco, a própria Série A2, a nossa torcida e como as coisas funcionam. Então, só posso lhe dar as boas-vindas”, disse.

“Gostaria de reiterar as palavras do Arnaldo e do Ricardo. Lembrar da primeira passagem do Piza pelo clube, quando ele teve poucas derrotas, e depois disso fez um ótimo trabalho no Botafogo da Paraíba. Que não só ele, como também os demais profissionais que chegam ao clube, o auxiliar-técnico Marco Antônio, ex-jogador, e o Claudinho Creato, preparador físico, sejam muito bem-vindos”, prosseguiu Beto Souza, lembrando dos demais contratados.

Em sua primeira passagem, o treinador de 47 anos comandou o Alvinegro Piracicabano na Copa Paulista de 2017 e no Paulistão A2 de 2018, competições em que chegou às semifinais. No total, Piza dirigiu o time quinzista em 39 jogos, obtendo 19 vitórias e 11 empates, sendo nove derrotas e um aproveitamento de 58,2%. Após isso, seguiu para o Botafogo/PB, onde foi campeão estadual e vice-campeão da Copa do Nordeste, tendo um aproveitamento de 59,81%.

Piza elogiou o trabalho do seu antecessor, Tarcísio Pugliese, e afirmou que a preferência é pela continuidade. “Agradeço ao presidente Arnaldo, ao Ricardo, Beto. Estou muito feliz com esse momento, em retornar, sabendo da responsabilidade. Mesmo após minha saída, eu continuei acompanhando o clube e sei o quanto esse acesso é importante. Eu assumo um time que vinha de bons resultados e a ideia é dar sequência no trabalho que vinha sendo feito”, externou.

0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário