Home Esporte “É um ano positivo para o XV. Seria ideal fechar com o título”, diz o goleiro Luiz Fernando

“É um ano positivo para o XV. Seria ideal fechar com o título”, diz o goleiro Luiz Fernando

por Marcelo Sá

(Foto: Fellipe Grecco) 

Brigando pelo título, São Caetano e XV de Piracicaba entram em campo neste sábado (16), às 17h, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, pela segunda partida da final da Copa Paulista. O Azulão joga pelo empate. Para levar o título no tempo normal, o Nhô Quim precisa vencer por dois gols ou mais de diferença. Em caso de vitória simples, por apenas um gol, o título será decido em cobranças de pênaltis.

O vencedor poderá escolher entre uma vaga para o Campeonato Brasileiro da Série D ou para a Copa do Brasil. A FPF (Federação Paulista de Futebol) premiará o campeão com uma quantia de R$ 250 mil, sendo R$ 150 mil para o segundo colocado. Após deixar o acesso para Série A1 do Campeonato Paulista escapar nos minutos finais contra a Inter de Limeira, o Nhô Quim quer fechar o ano com o bicampeonato da Copa Paulista.

“É um ano muito positivo para o XV.  Chegamos na semifinal da Série A2 e por detalhes, minutos, não conseguimos o acesso. Agora estamos em uma final de campeonato. Isto não é fácil, mas conseguimos, com muito trabalho e dedicação. O Tarcísio Pugliese tem feito um trabalho incrível com a gente, tanto na parte tática quanto na gestão do grupo. Ele é um cara sensacional. Para concluir um ano como esse, queremos o título”, disse o goleiro Luiz Fernando.

Para o confronto final, o Nhô Quim não poderá contar com o lateral-esquerdo Anderson Santos, com entorse no tornozelo, e com o zagueiro Douglas Marques, que fraturou o pé esquerdo. O volante Bruno Lima, com dores na coxa, ainda é dúvida para o jogo. Em contrapartida o time piracicabano terá o retorno do atacante Kadu Barone, que cumpriu suspensão no primeiro duelo da final. O Alvinegro deve entrar em campo com Luiz Fernando; Jéfferson Feijão, Gilberto Alemão, Paulão e Peri; Fraga, Wellington Simião e Cássio Gabriel; Misael, Kadu Barone e Raphael Macena.

 

0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário