Home Falando com Deus Deserto, os tempos de hoje

Deserto, os tempos de hoje

por Nilton Castelo

Em algum lugar ou em algum tempo existe um deserto, um lugar muito quente durante o dia , muito frio durante a noite aonde quase ninguém conseguiria viver sem que houvesse uma certa necessidade de adaptação seja pela variação do clima, pela falta de recursos ou comodidades, ou pelo simples fato de não ter muita movimentação de pessoas, pois pouca gente iria escolher um lugar assim para viver.

Mesmo o deserto segue regras para se manter forte, regras naturais como a gritante diferença climática em um único dia, regras pela sobrevivência de seus habitantes ou mesmo o próprio respeito pelos seres e criaturas que precisam desenvolver habilidades e táticas que não podem falhar , porque se isso acontecer vão estar em risco e também poderão estar em risco aqueles que dependem desta proteção.

Vamos imaginar que exista um deserto em que nós próprios tenhamos que viver, um lugar quente durante o dia, momento em que podemos cuidar de nossos interesses e muito frio durante a noite, quando temos que explicar nossas intensões.

Temos que nos manter fortes porque existem regras a serem seguidas, mas e se a quebrarmos apenas por nossa própria opinião ou intenção, qual poderia ser as consequências disso ?

Em um deserto não se pode errar, não da pra apenas não fazer aquilo que se tem que fazer no dia a dia, isso poderá custar a própria vida, ou a de quem esta por perto, você pode morrer de frio, ou de calor, ou de fome, ou quem sabe se perder e não mais achar o caminho para casa.

Quando fazemos simplesmente o que queremos, deixamos de cumprir nossas responsabilidades, quando dizemos apenas o que nos interessa deixamos de cumprir nossas obrigações, quando escolhemos um lado para seguir, estamos afirmando ignorância, pois já sabemos o que temos que fazer, mas muita gente não cumpre, ou ” escolhe um lado “, mesmo sabendo que este pode não ter volta.

Muitos de nós somos assim, vivemos em um deserto de ideias, de atitudes, de soluções, somos quentes ou frios, não nos adaptamos ao correto, nem mesmo a nada aquilo que nos façam realmente certificar que nossa existência em algum momento valeu a pena, pior, escolhemos um lado.

Tudo passa, as tempestades de areia, a noite fria, o tempo, mas muito pouco fica de nós, não podemos continuar errando, vejam, para aqueles que são convenientes constroem tocas, para aqueles com habilidades se camuflam , para os que sequem as regras, estes conhecem o lado correto a seguir.

Os tempos de hoje em dia, ao invés de vantagens ajude, ao invés de palpites vá a luta, ao invés de escolher um lado faça valer a pena, precisamos atravessar este deserto senão ele nos consome, a chuva de vez em quando cai em nossas vidas, mas o caminho que nos tira das dificuldades só e mostrado para aqueles que sabem o lado certo a seguir.

Histórias do Pinta

 

0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário