Home EsporteFutebol do Interior Com clima descontraído, Inter de Limeira encerra preparação para a decisão deste sábado em Piracicaba

Com clima descontraído, Inter de Limeira encerra preparação para a decisão deste sábado em Piracicaba

por Igor Sedano

 

A Internacional de Limeira encerrou a preparação para o segundo jogo da semifinal contra o XV de Piracicaba valendo o acesso à elite do futebol paulista com um apoio fundamental da torcida nesta manhã de sexta-feira santa. 

Setor da cativa (Foto: Jurandir Silva)

Em treino aberto nesta manhã, o elenco alvinegro recebeu um bom número de torcedores no estádio do Limeirão. Cerca de 200 pessoas acompanharam e incentivaram o último treino do leão antes da decisão neste sábado em Piracicaba.  Mesmo com o forte sol nesta manhã de sábado os torcedores que estiveram presentes no Limeirão puderam desfrutar de um momento único. Adentrar no gramado e se reunirem com os jogadores e comissão técnica, dando aquele último incentivo antes da partida decisiva deste sábado em Piracicaba, no Barão de Serra Negra.

Andre (TV Leão) e Jean Pablo (zag.) ( Foto: Rick Nogueira)

(Foto: Rick Nogueira)

O treinamento em si tiveram alguns trabalhos físicos e também o famoso racha. Na qual a equipe liderada pelo preparador de goleiros Alexsander e com o “goleiro” França, Braguinha (massagista), Moisés, Matão (analista de desempenho), Rafael Pin, Andre Stein (TV Leão), Luis Roberto, Michel, Alisson, Nata e Edilson (auxiliar técnico). 

Time vencedor do racha (Foto: Rick Nogueira)

França como goleiro no racha (Foto: Rick Nogueira)

Goleiro Moisés na linha (Foto: Rick Nogueira)

No final, os torcedores presentes “invadiram” o gramado do Major Levy para tirar fotos com os jogadores. Antes do encerramento, momento único, em um grande circulo formado por jogadores, comissão técnica e torcedores se formou, podendo alguns torcedores passar aquela mensagem de incentivo aos jogadores e encerrando com oração onde todos participaram. 

Momento da oração (Foto: Jurandir Silva)

Momento da oração (Foto: Jurandir Silva)

Renan Lima (Interror), Técnico João Vallin e Matheus Gomes (Interror) momento da oração (Foto: Rick Nogueira)

Jogo 

Na primeira partida, realizada no Limeirão sábado, debaixo de muita chuva as equipes fizeram uma boa partida, mesmo com as adversidades do tempo que acabaram prejudicando o espetáculo. O XV ainda teve um gol mal anulado no primeiro tempo.   

O técnico João Vallin contará com a volta do volante França, que cumpriu suspensão na primeira partida em casa, quando as duas equipes empataram em 0x0. Naquela partida o atacante Jorge Elias substituiu o capitão leonino. Mas sem ritmo de jogo por ficar boa parte da competição em tratamento médico, não agradou na partida.

Com a volta de França, a parte ofensiva da Internacional deve trabalhar mais livre na partida contra o XV como tem feito fora de casa, explorando os contra-ataques com Chumbinho, Elvis e Tcharlles. 

Com isso, o leão da paulista deverá contar com a seguinte equipe para este sábado: Rafael Pin; Alisson, Oliveira, Jean Pablo e Malcoon; França, Marquinhos, Nata, Chumbinho e Elvis; Tcharlles. 

A Inter conta com um bom retrospecto fora de casa detentora da segunda melhor campanha do Campeonato Paulista A2, o leão, conquistou 15 pontos fora do Limeirão, sendo 4 vitórias, 3 empates e 2 derrotas, marcando 9 gols e sofrendo 12. 

História da Série A2:

Semifinal entre XV e Inter reúne oito títulos da A2.

Time de Piracicaba tem cinco conquistas, enquanto Leão é tri. A semifinal da Série A2 do Campeonato Paulista entre XV de Piracicaba e Inter de Limeira envolve muita coisa além do acesso ao Paulistão 2020. Separados por apenas 50 km, os dois alvinegros possuem uma história rica no futebol estadual e acumulam oito títulos da segunda divisão de São Paulo. O XV de Piracicaba é o maior vencedor da Série A2 do Campeonato Paulista, com cinco conquistas em diferentes épocas e denominações.

O Nhô Quim conquistou o primeiro título antes mesmo da criação da Lei do Acesso, em 1947, sobre o Palmeiras de Franca, time que nem existe mais. Venceu também em 1948, 1967, 1983 e em 2011.

A Inter enfileirou três títulos. Foi campeã pela primeira vez em 1978 (embora o hexagonal final tenha invadido 1979 após um imbróglio jurídico), repetiu a dose em 1996 e levantou o caneco na última oportunidade em 2004.

Fotos: Rick Nogueira e Jurandir Silva.

0 Comentário(s)
2

Você pode gostar

Deixe um comentário