Home Esporte Após decisão do MP, justiça de Minas Gerais autoriza vinda de Bruno para jogar pelo Operário-VG

Após decisão do MP, justiça de Minas Gerais autoriza vinda de Bruno para jogar pelo Operário-VG

por Nilton Castelo

Foto: Bruno está prestes a jogar pelo Operário-VG na temporada 2020 – Arquivo pessoal

Autorização foi dada agora pouco pelo juiz Tarciso Moreira de Souza; Processo será encaminhado para o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, que deve distribuí-lo para a comarca de Execuções Penais de Várzea Grande.

Após o parecer favorável do Ministério Público de Minas Gerais, de acordo com a transferência do goleiro para trabalhar no Operário-VG em Várzea Grande, na tarde desta sexta-feira, a justiça mineira, através do juiz Tarciso Moreira de Souza, da Vara de Execução em Meio Aberto e Medidas Alternativas da Comarca de Varginha, autorizou a vinda do jogador para Mato Grosso.

O processo será encaminhado para o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, que deve distribuí-lo para a comarca de Execuções Penais de Várzea Grande.

Bruno cumpre atualmente pena em regime semiaberto na cidade de Varginha-MG, pelo homicídio da ex-namorada Eliza Samudio, crime pelo qual pegou mais de 20 anos de cadeia.

Caso seja concretizada a favor do goleiro, Bruno poderá ter residência fixa em Várzea Grande e reforçará o elenco do CEOV na temporada 2020, nas disputas do Mato-grossense, da Copa do Brasil, da Copa Verde e da Série D do Campeonato Brasileiro.

O elenco está em treinamento no comando do técnico Luiz Gabardo Jr. desde o dia 19 de novembro, onde começou a primeira parte da pré-temporada em Muzambinho-MG. No dia 3 de janeiro foi iniciada a segunda etapa da preparação no estádio Dito Souza.

A estreia do Chicote da Fronteira no Estadual será na próxima terça-feira (21), às 20h10, contra o Poconé, no estádio Municipal de Várzea Grande, “Dito Souza”.

Por: Pedro Lima / da Redação / Olhar Esportivo
0 Comentário(s)
1

Você pode gostar

Deixe um comentário