Home Esporte Após 18 anos, Bugre volta a vencer o Corínthians e de virada

Após 18 anos, Bugre volta a vencer o Corínthians e de virada

por Nilton Castelo

O Corinthians começou a jogo como todo visitante sonha. Com menos de dez minutos, Gustagol aproveitou cobrança de escanteio de Sornoza e mandou para as redes, de cabeça. No lance anterior, o centroavante já havia levado muito perigo pelo alto, mas Ferreira retardou a comemoração do corintiano ao tirar a bola em cima da linha.

 

A partir daí, o time do Guarani teve de conviver, mesmo que logo cedo, com a pressão das arquibancadas. A cada passe errado ou jogada equivocada, a impaciência entre os bugrinos era evidente.

 

O placar e o controle aparente acomodaram o time de Fábio Carille. A partida caiu de ritmo e ficou lenta, com um exagero nos passes errados de ambas as partes.

 

Os minutos finais da primeira etapa, porém, reservaram emoções que poucos no estádio esperavam. Muito menos os corintianos.

 

Primeira, o velho problema da bola aérea defensiva voltou a atormentar a defesa alvinegra. Dessa vez, Diego Cardoso foi quem aproveitou a desatenção do Corinthians para mandar para as redes de Cássio. Apenas cinco minutos depois, os campineiros tiveram liberdade na entrada da área rival e Rondinelly não titubeou, mandou um chute forte no ângulo, sem chance para o goleiro do Timão.

 

Assim, atônico, o Corinthians levou a virada e foi para o vestiário em desvantagem.

 

Durante a segunda etapa, Carille voltou a apostar em Pedrinho no lugar de André Luis, Gustavo Silva na vaga de Richard e Vital na posição de Sornoza. Jadson passou a ser mais participativo, mas Sornoza e Avelar pareciam jogar contra.

 

O jogo ganhou ares de drama, com o Timão buscando o empate a qualquer custo e o Guarani apostando nos contra-ataques. Nesse cenário, Pedrinho chegou a acertar a trave e Cássio também precisou trabalhar com defesas importantes.

 

Apesar de tudo, não houve mais alteração no placar, e a torcida local pôde fazer a festa.

 

Próximos desafios

Agora, Fábio Carille deve alterar significativamente a escalação corintiana para o próximo confronto, diante da Ponte Preta, às 19h do sábado, na Arena. No mesmo dia, às 16h30, o Guarani recebe o Oeste, de novo no Brinco de Ouro da Princesa.

 

FICHA TÉCNICA

GUARANI 2 X 1 CORINTHIANS

 

Local: Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)

Data: 23 de janeiro de 2019, quarta-feira

Horário: 19h15 (de Brasília)

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias

Assistentes: Anderson José de Moraes e Bruno Salgado Rizo

Cartões amarelos: Sornoza (SCCP)

Renda: R$ 171.132,00

Público: 7.275 pagantes

 

GOLS:

Corinthians: Gustagol, aos 8 minutos do 1T

Guarani: Diego Cardoso, aos 37, e Rondinelly, aos 42 minutos do 1T.

 

GUARANI: Giovanni, Fabricio Bigode, Ferreira, Diego Giaretta e William Matheus; Fernandes e Ricardinho; Felipe Amorim, Rondinelly (Fernando Viana) e Inácio (Lucas Crispim); Diego Cardoso (Romisson)

Técnico: Osmar Loss

 

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Richard (Gustavo Silva) e Ramiro; André Luís (Pedrinho), Jadson e Sornoza (Vital); Gustagol

Técnico: Fábio Carille

0 Comentário(s)
0

Você pode gostar

Deixe um comentário