Home Sobre Nós O QUE DAREI EU AO SENHOR!!!!

O QUE DAREI EU AO SENHOR!!!!

por Nilton Castelo
No Salmos 116, o Salmista oferece a Deus uma bela oração de gratidão. O Senhor lhe concedeu muitos livramentos, sua vida teria sido tirada caso não houvesse intervenção.
A gratidão do salmista é tão forte que ele diz: “Eu amo o Senhor!”. É exatamente esse sentimento que deve ser gerado em nosso coração ao ver os milagres que o Senhor Deus tem operado em nossas vidas.
Já passado o período da aflição, o Salmista agora acalenta sua alma: “Retorne ao seu descanso, ó minha alma, porque o Senhor tem sido bom para você!”. (v.v 7)
Devemos nos lembrar das lutas e dores que enfrentamos, sob a perspectiva do agir de Deus. São muitas e grandes as lutas que enfrentamos, mas o Senhor tem nos livrado.
É por crer dessa forma que o Salmista diz: “Eu cri, ainda que tenha dito: Estou muito aflito” (v.v 10). No momento da aflição, nós podemos escolher qual será a nossa postura.
Mesmo passando pela aflição o Salmista permanece crendo. Muitas pessoas quando passam pela aflição esquecem a fé. Um bom exemplo disso é o povo de Israel no deserto, após a saída do Egito.
O Salmos 116 encerra com uma expressão muito famosa, no meio do povo de Deus: “Como posso retribuir ao Senhor toda a sua bondade para comigo? Erguerei o cálice da salvação e invocarei o nome do Senhor” (v.v 12,13).
A única maneira de demonstrar a Deus que somos realmente gratos por seu agir em nossas vidas, é “tomando o cálice da salvação”, isto é: recebendo o Jesus como senhor e Salvador  de nossas vidas e confessando-o publicamente.
Ou seja, guardar e amar a Palavra de Deus  são a melhor maneira de mostrar ao Senhor o quanto você é grato por tudo o que Ele tem feito em sua vida.
116.1 – 4: Livra-me, Senhor!
116.5 – 11: Retorne ao seu descanso
116.12 – 19: O cálice da salvação
Salmos 116.1 – 4: Livra-me, Senhor!
1 Eu amo o Senhor, porque ele me ouviu quando lhe fiz a minha súplica.
2 Ele inclinou os seus ouvidos para mim; eu o invocarei toda a minha vida.
3 As cordas da morte me envolveram, as angústias do Sheol vieram sobre mim; aflição e tristeza me dominaram.
4 Então clamei pelo nome do Senhor: Livra-me, Senhor!
Salmos 116.5 – 11: Retorne ao seu descanso
5 O Senhor é misericordioso e justo; o nosso Deus é compassivo.
6 O Senhor protege os simples; quando eu já estava sem forças, ele me salvou.
7 Retorne ao seu descanso, ó minha alma, porque o Senhor tem sido bom para você!
8 Pois tu me livraste da morte, e livraste os meus olhos das lágrimas e os meus pés, de tropeçar,
9 para que eu pudesse andar diante do Senhor na terra dos viventes.
10 Eu cri, ainda que tenha dito: Estou muito aflito.
11 Em pânico eu disse: Ninguém merece confiança.
Salmos 116.12 – 19: O cálice da salvação
12 Como posso retribuir ao Senhor toda a sua bondade para comigo?
13 Erguerei o cálice da salvação e invocarei o nome do Senhor.
14 Cumprirei para com o Senhor os meus votos, na presença de todo o seu povo.
15 O Senhor vê com pesar a morte de seus fiéis.
16 Senhor, sou teu servo, Sim, sou teu servo, filho da tua serva; livraste-me das minhas correntes.
17 Oferecerei a ti um sacrifício de gratidão e invocarei o nome do Senhor.
18 Cumprirei para com o Senhor os meus votos, na presença de todo o seu povo,
19 nos pátios da casa do Senhor, no seu interior, ó Jerusalém! Aleluia!